Como as gerações Y e Z empreendem?

 Por Conceição Moraes

As gerações Y e Z abrem empresas inovadoras, as startups. A forma de pensar é completamente diferente das gerações mais convencionais.

• A forma de arquitetar os negócios;

• O tempo de tolerância quanto o retorno financeiro;

• As instituições que venham financiar os negócios;

• O planejamento do negócio;

• A forma de visualizar os potenciais clientes.

O primeiro aspecto é que a geração y e, principalmente, a Z, não consegue visualizar uma oportunidade de negócio que não esteja integrada com tecnologia. E, quando digo Tecnologia, isso inclui de hardware e software até o uso das redes sociais, como forma de divulgar e se relacionar com clientes. Essa oportunidade de negócio vem ser estruturada por meio de um instrumento chamado modelo de negócio , porque contribui para visualizar o futuro empreendimento de forma compacta e sistêmica, além que essa geração se identifica mais com esse instrumento por conta de seu imediatismo e de proporcionar desenhar negócios não antes concebidos.

Bem depois disso, por demanda de potencial investidor ou para concorrer a uma vaga para incubadoras, essas empresas procuram detalhar mais, a partir de um plano de negócio.

Para viabilizar o investimento, procuram começar de forma simples com recursos próprios ou de amigos e familiares. Quando buscam recursos de terceiros, geralmente, são as instituições financeiras que trabalham com capital de risco.

Os empreendedores da geração Y e Z mais perspicazes e de sucesso buscam conciliar as experiência de outras gerações, para assumirem papeis gerenciais na empresa que possuem know how e perfil, como por exemplo, atividades de planejamento, financeiro, contábil, gestão patrimonial e outras demandem muito tempo e formalidade.

Os potenciais clientes, geralmente, são da mesma geração, porque “tudo fica mais fácil”, devido à forma e meio de comunicação, linguagem utilizadas, além do processo empático.

Outros visualizam empreendimentos que venham atender as outras gerações e, nesse caso, são empreendedores que conseguiram romper a barreira de comunicação e compreensão das necessidades das demais gerações.

O que se pode concluir é que essa nova geração precisa ter novos instrumentos e profissionais, com abertura para enxergar o novo, para que juntos sejam complementares, para que possam chegar ao sucesso empresarial no futuro.

Serviço:

Campus Empreendedorismo – Campus Party Recife Confira as palestras: http://recife.campus-party.org

Sebrae em Pernambuco: http://www.pe.sebrae.com.br

Central de Relacionamento: 0800 570 0800

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: